sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Força Maior, Força de Amor



Mensagem de Confúcio, Arthrathon, Sandalphon e Maria
Força Maior, Força de Amor
Canalizado por: Ana Clara
27 Outubro 2011


“ Eu sou o senhor dos saberes, aqueles um bocadinho deturpados que vocês encontram agora escritos, mas não são textuais, essa espécie de transmissões, de ensinamentos.

Ficaram muitos deles na memória auditiva dos que me rodeavam mas o essencial é isso que vocês encontram transcrito.
Não achem como se fosse uma aberração aos vossos sentidos, foi mesmo assim.
Existi mesmo assim." 
                                                                 Confúcio







"Chama-me se quiseres ‘Um Mensageiro’ que bate à porta até que a abram para entregar a mensagem.
 
O sangue que corre nas veias não é só sangue.É informação.
Vocês alimentam esse sangue. Esse sangue físico também traz mais conteúdos que são espalhados a todo o vosso corpo para proporcionar/ provocar uma unificação do Todo, da célula toda. 
A vossa informação não fica só na vossa cabeça ou no vosso coração.
O sangue leva-a para todo o lado.
Mas essa informação, não vos é possível, a vocês, sentirem-na no dedo do pé ou numa orelha. Vocês só sentem no vosso racional purificado, na vossa energia no meio do peito.

O sangue fora do corpo morre. Fora do vosso Todo, ele morre.

Mas o vosso sangue, o vosso corpo irradia e como já vos disse, quando vocês põem a mão tudo irradia.



No vosso plano mais do aí, plano físico… (e isto é difícil de eu vos transmitir/ ensinar), andamos realmente à vossa volta no plano físico, nos vossos céus, em formações mais aproximadas ao vosso plano físico e outras mais afastadas. 
O que para mim é difícil de vos transmitir ….

Mas como já tenho transmitido várias vezes, realmente na vossa realidade daí e na nossa realidade do Todo, nós apenas estamos ao lado uns dos outros.

E quando os vossos braços e as vossas pernas andam de um lado para o outro nós passamos uns nos outros.

Parece complicado agora. Um dia vão melhor entender!

Mas vocês já sabem disso. Podem coexistir vários planos no mesmo espaço, ao mesmo tempo e entenderão melhor isso sabendo que não há espaço nem há tempo!



Nos vossos ombros já não pousa um peso tão grande.

Esse peso tem (a todos) estado a ser retirado.

São as vidas que se elevam, são os processos de Ascensão que cada um está a fazer mas também essa Ascensão é permitida por tudo aquilo que nós temos estado a ‘trabalhar’.

(este trabalhar não é uma coisa pesada para ele)


Sintam-se já neste momento  sem mantas aos ombros, apenas com véus mais fluídos, mais leves.

Mas no vosso tempo a leveza total não é num piscar de olhos.

Ainda há pessoas a espreguiçarem-se, ainda há pessoas com os olhos completamente fechados. 
Temos que dar tempo a que todos estejam de olhos abertos.

Todos, todos, mesmo!

Para que haja justiça e que haja consciência dessa justiça.

Mesmo os que estão de olhos completamente fechados, cerrados, sentem já que há algo que não conseguem explicar mas teimosamente resistem e insistem em continuar com os olhos fechados. Esses até não são problemáticos.

Preocupam-nos apenas os que estão de olhos fechados.



O amor que resplandece de vós neste momento é lindo mas eu sei que não vos é possível, por muito que o desejem, estar sempre assim. 
Porque têm que coexistir no vosso meio, na vossa escolha para que consigam atingir o vosso objectivo, a vossa proposta.

Mas nós identificamos-vos a todos, todos os que conseguem resplandecer mesmo às vezes estando desligados.

Não se envergonhem daquilo que atingiram, nem se envergonhem de dizer aquilo que sentem e aquilo que comunicam.

Envergonhem-se os outros que não o sentem.

Aceitem-nos apenas! Até nas suas dificuldades e sofrimentos.



As memórias não podem ser sofrimento.

As coisas boas foram boas, as coisas más já passaram. Aceitem-nas.
Aprendam ou não com elas.
Mas não sofram com as memórias que identificam como más, ruins, pesadas, de sofrimento. Não deixem o vosso corpo ser banhado com esse sangue de dor, de mágoa, de sofrimento.
Não sejam egoístas nos vossos sofrimentos,eles não são os únicos. 
Eles são sim individuais e não são os sofrimentos dos outros.


Não percam o momento do Agora, não projectem a vossa mente, o vosso ideal no futuro. 
Não preconizem nada, senão estão sempre com o desejo de algo que está para vir e esquecem do que estão a viver agora.

Mesmo que o agora não vos apeteça nada!

E ao viverem com Alegria o agora, ou ao tentarem vivê-lo com Alegria,ao tentarem fazê-lo, rejuvenescem o vosso sangue. 
O vosso sangue não tem pesos nem de Passados, nem de Futuros. 
É livre, é Agora. Fica mais leve. 
Isso origina que do vosso corpo flua mais energia. E a vossa fluidificação de Luz já pode ser avaliada, já pode ser medida. 
É mensurável.Não com aparelhos convencionais.

Não adianta fazer electrocardiograma e focar no coração. Tem de ser um aparelho com outro tipo de sensibilidade."



Pergunta- Nós também já existimos naquilo que aqui chamamos ‘futuro’ ?


“ Tu existes como um Todo e (analogia com farol a girar) essa tua luz irradia no passado, no futuro e no agora como é óbvio. 
A tua luz agora está a iluminar o teu passado assim tu o queiras. 
Está também ou não, a iluminar o teu futuro, assim tu também o queiras. 
Se a tua luz agora se apagar, o teu caminho de futuro vai ser escuro até que tu te decidas iluminá-lo. 
Por isso, se vocês estudarem os percursos cármicos das pessoas(também carmas familiares) nalguns pontos  repete-se.
Vão-se repetindo os factos porque as pessoas se abandonam a esses factos e não os querem transformar.

Mas voltando ao início…. 
Tu coexistes em vários tempos ao mesmo tempo e aí acabei de vos baralhar completamente as ideias!

Tudo o que estás a fazer agora já o fizeste antes, apenas num outro local com outras vestes, com outros saberes. Mas lamento…. Agora!


(É como se agora estivéssemos a viver nas cavernas, no Egipto…)



Para percepcionares melhor, todo o teu percurso de vidas é como se fosse uma fita enrolada na realidade. 
Só que para vocês as viverem foram sendo desenroladas. 
O que está no início da fita em termos de vida vai alastrar-se ao longo da fita. Mais à frente se tu quiseres transformar o percurso já realizado irradias para esse início de fita. 
No fim, tens um rolo de fita que está peganhento ou está limpo e tu só te sentes feliz quando a tua fita está minimamente limpa e sem ‘estriçamentos’."[1]


Pergunta- Aquilo que nós consideramos como carma e  somos nós que temos de pagar o carma…



“ Não tens que pagar, não deves nada a ninguém!

Livra-te dessas palavras pesadas! Não deves, não tens que pagar. 
Apenas têm que responder a vós próprios. O que querem e o que conseguiram. E se não conseguiram, são livres, completamente livres na partida, no desencarne / transformação, são livres de escolher. 
Só que a grande maioria dos elementos que escolhem reencarnações sucedidas, são o que se chamaria aí de teimosos. 
Querem atingir a perfeição da escolha.
Umas vezes conseguimos, todos nós. Outras vezes não conseguimos, todos nós.

Mas não se esqueçam neste momento essa escolha não é obrigacionária. 
Todos são livres se querem continuar ou não e ninguém é inferior por não ter conseguido em várias sequências cumprir um propósito. 
Não deu, não se conseguiu, igual a deu, conseguiu-se. 
Quando vos acolhemos escolhem o que querem fazer. 
Continuar a experienciar ou não.

Se no vosso ínfimo, se lá no fim do vosso Ser ainda persistirem dúvidas, um dia tiramos as dúvidas!

Não se deixem responsabilizar com tanta coisa que vos dizem que têm que ser e que fazer.

Não deixem esse peso pesar-vos, assoberbar-vos. 
Lidem com ele de forma inteligente e livre, porque é a vossa escolha. 
A forma como vocês decidirem lidar com esses pesos externos que vos são colocados, a forma de lidar é vossa. E aí são livres de decidir.

Não o façam apenas porque vos mandam suportar esse peso.

Aceitem aquilo que vocês decidirem.




Não pensem nunca que a vossa estrada é escura. 
Ela tem luzes de todos os lados e embora não haja outra forma para que vos consiga dizer, quando se sentirem sozinhos na estrada não fiquem no meio dela. Encostem-se mais às bermas, estarão mais acompanhados.

E olhem para trás. 
Estão escudados e quando se sentirem sozinhos nessa estrada pensem que neste ponto/ neste momento não estão apenas acompanhadas por energias não visíveis. Vocês já estão acompanhados por outros iguais a vós, vossos viventes.



Não se sintam crianças pequeninas a esticarem-se todas para tirarem uma caixa de bolachas no cimo do móvel. Alcancem-se porque essa luz, esse Amor, essa Bênção Divina está ao vosso nível. E está em vós. 
Não se sintam pequeninos (as)!



Pergunta- O que fazer a 11-11-11?


“ Acendam uma Luz dentro de vós, iluminem o vosso corpo por dentro e irradiem essa Luz para o vosso Planeta mas também para todos os seres vivos que o habitam. 
Assim estão em harmonia com o que vai ser feito e com aquilo que já se iniciou.

Um portal não se abre com um clique. Ele começa antes.
A abertura desse portal vai ser muito evidente e influenciará muito toda a zona de Lisboa.




Querida Mãe!
Aquele que partiu é o mesmo já não o sendo. Apenas assim teve de ser. 
E apenas assim é!
Vai ao fundo de ti e aceita-o.
E não te penalizes, não te culpabilizes! Não, nada!
Não se esqueçam que mesmo não O vendo, existe aquela Força Maior, uma Força de Amor que nos envolve a Todos.

Mesmo que aí por vezes não se consiga percepcionar continuamos todos juntos. Cada um à sua maneira.
Cada um respeitando o espaço do outro.
Cada um aceitando o outro como ele é, respeitando-o no sentido de não interferir também no Caminho de cada um.
Algumas pessoas têm aquilo que vocês chamam percepções extra-sensoriais.
Nunca vos irei colocar essas percepções para que por exemplo me visualizem com os vossos olhos.
Não é esse o vosso Caminho escolhido. Foi assim que foi decidido.
Por um lado não me é permitido interferir e eu também nunca iria contrariar o vosso acordo.
Foi assim que o fizemos. Cumprimos.
Dignos Cavaleiros da Luz.
Dignos Cavaleiros dos Tempos.

Muitas vezes as sombras arrastam-se aos vossos pés. Enleiam-vos.
Olhem em frente, elas nada têm a ver convosco. 
Afastem-nas em Paz. 
Elas enlear-vos-ão os pés para vos fazer tropeçar, para vos fazer desistir, esmorecer. 
Ir-se-ão aperceber de coisas confusas à vossa volta que originarão conflitos dentro de vós.
Aceitem esses conflitos. Resolvam-nos em Paz. 
Porque o vosso Caminho é continuar, não é juntarem-se a esse conflito, alimentarem-no!
Já vos disse que ser-vos-ão dados sempre chinelos para caminhar, alimento e companhia.
E quando se sentirem sozinhos, peçam ajuda.
A Vida é simples se vocês a quiserem simples.”

Arthrathon




“ Na Bênção Maior estamos.
Todos os Comandantes Estelares estão sob minha alçada e minha protecção. Logo, todos vocês também estão.
Todos os que optaram por esta escolha de aceitação.
Não duvidem nunca das vossas cabeças se as vossas cabeças estiverem encaixadas no meio do vosso peito!
Os vossos ajustes energéticos podem ser complicados para vocês. 
Muitas vezes sentem-nos, doem-vos, magoam-vos, confundem-vos.
Mas que esses ajustes não vos façam desistir!
Não tornem essa vida em vão.

Sandalphon.
Somos um grupo.
O vosso inconsciente está a ser revelado para vocês mesmos.
Assim como a tua pineal foi limpa, todo esse grupo do qual fazes parte, o qual organizas, teve a mesma limpeza. 
Não foi igual para todos. Foi o suportável para todos porque se se disponibilizaram, então é-vos proporcionado um aceleramento. 
Não esperem que isso se reflicta tacitamente no vosso dia-a-dia, nas vossas vidas. São as vossas capacidades a ficarem mais sensíveis para que os outros de uma forma imperceptível a recebam e percebam.

Vocês têm que lidar com dois traços dos quais são constituídos, o réptil-humanóide e o humanóide- Luz.
Esses têm que se fundir um no outro para que apenas a Luz prevaleça porque é essa a vossa decisão.
No meio de tanta confusão à vossa volta, pensem que todos os choros e todos os gritos que possam ouvir são de libertação. 
Essas pessoas estão a ser limpas da forma adequada para elas. 
Estão alguns a cair, a atirarem-se para o chão porque essa é a forma adequada para eles.
Não sintam tragédia à vossa volta. 
É tudo divinamente organizado e, desculpa a analogia, apenas quando ferves a água e ela entra em ebulição, consegues purificar na tua vida aí.
Aquilo que consideram sofrimento…. Não há sofrimento em vão!
O percurso de sofrimento era aquele que vocês tinham. 
O sofrimento pode ser também libertação, assim vocês o queiram libertar.

Vocês já sabem. Não são apenas corpos biológicos em movimento.
Vocês são almas a dar um propósito a esses corpos. 
Almas que estão vigilantes mas também Almas que estão vigiadas no sentido divino. Não estão nunca controladas.
As vossas Almas são livres. Completamente livres.
No Espírito Maior.
Naquilo que vocês conhecem como um Concílio de Comandantes que vocês intitulam de Estelares.
Não existem Comandantes Estelares, existem apenas Comandantes da Luz.
Neste Concílio de Comandantes, também com Energia de Arcanjos,
Minhas Amadas,
Vos Amamos todos nesta Luz.

As Estrelas para vocês são massas de Luz.
A massa para nós não existe. Por isso, estes Comandantes não são da massa, são apenas da Luz que vocês identificam como Estrelas e que vocês desenham à vossa semelhança.
Com a nossa Bênção, a nossa Luz terminamos esta comunicação porque a Presença mantém-se.”

                                                                                                                           Sandalphon


“ A purificação da vossa pineal continuará até ao 11, ao 33, ao 6 para atingirem a vossa harmonia.”

Maria


O texto pode ser partilhado através de qualquer meio, contanto que o conteúdo não seja alterado e a data da publicação e o local onde se obteve a informação sejam divulgados com o corpo da mensagem. É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma.

wwwvoonaluz.blogspot.com










[1] Atributo apresentado por certos  materiais de sofrerem grandes transformações plásticas antes do seu rompimento.   in Dicionário Houaiss de Língua Portuguesa

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Tudo o que transportam é aprendizado.

Mensagem de Arthrathon

Tudo o que transportam é Aprendizado

Canalizado por: Ana Clara
23 Outubro 2011




“ Se partires chegas rapidamente ao teu destino.
Mas para isso precisas de te pôr em marcha.
Todos vocês precisam de pôr em marcha.
De caminhar. De abrir os olhos os olhos, os olhos interiores, o Coração.
Também a vossa Mente. Para que ela esteja disponível para tudo aquilo que os olhos não vêem ao primeiro olhar.
Olhar não é só ver!
É também sentir!

As notícias parecem contraditórias. Há tanta informação a assoberbar-vos!
Mas tenham compaixão daqueles que chamam de fracos, daqueles que chamam ruins!
Tenham compaixão deles! Porque eles estão ali para vos ajudar! Ajudar a perceber o que é que querem e o que é que sentem.
E a compaixão está dentro de vós próprios e não é fraqueza!
É uma forma de Amor que às vezes desconhecem.
Amor é também partir!
Amor é também chegar! Chegar até vocês.

Se entenderem, se me entenderem conseguem alcançar-me.
Para alcançar não é preciso tocar.
Porque esse toque da matéria, vocês vão ver, não precisa de existir para sentir. Sentimo-nos todos de uma outra forma.
É como quando entram nalgum sítio que vos perturba…
Nós não vos perturbamos.
Nós estamos aí porque o vosso 'aí' não existe!

Estamos como que todos encaixados uns nos outros.
Como que em prateleiras diferentes.
Os que estão na prateleira mais abaixo foram habituados e ensinados que apenas podem olhar em frente e para baixo.
Cada vez mais, nessa prateleira mais abaixo, estão a descobrir o que é olhar para cima. E os que estão na prateleira mais acima, estamos sempre a ver em todas as direcções.
Agora imaginem mudar os vossos conceitos e as prateleiras não estão na parede, estão no tecto!
Umas ao lado das outras!
Parece estranho, não é?!
Mas assim é!

Nunca me esgoto de vos dizer, ‘Perdoem-se!’
Perdoem-se pela vossa escolha, por a acharem tão complicada!
Tão difícil, tão dura! Perdoem essa escolha!
Ela não é eterna! É temporária!

E aos pouquinhos todos vocês vão percebendo isso.
Parece que esse temporário é uma eternidade…
Mas a eternidade não é a vossa aí.
A Eternidade é a que vocês transportam. É aquilo de que são feitos.
E um dia vão voltar a agarrar a vossa eternidade. E senti-la. Introduzi-la em vós.

O que fazer quando o tempo não passa?
Abraçarem-se! Há quanto tempo não te abraças?
Há quanto tempo não dizes para todas as tuas partes que gostas delas? Que as aceitas! Pois é!
E então aos outros?
Quando quebras, quando quebram essas barreiras de abraçar os outros? 
Mas por favor, pelo menos vão tocando!
Vão transmitindo, vão oferecendo o que está em vós.

Já tantas vezes te disse! És emissária. São emissários. Toquem.
Até a matéria toquem. Ajuda a distanciarem-se também da vossa ilusão.
Tocarem na matéria não é apenas senti-la. Não!
Por muito que não entendam, vão-se distanciando dela. Complicado? Aceita! Já aceitaste tanta coisa tão mais complicada e estranha!

Não olhes para trás, para o que consideras fracassos.
Perdas no Caminho.
Construíram-te, tornaram-te mais forte! Mais decidida.
Confia apenas naquilo que ainda desconheces e naquilo que está à tua frente. Quando confias nada te falta!
Se estás sempre a olhar para trás e a lamentar o passado em todos os momentos, estás a tropeçar porque não estás a olhar em frente.

As memórias que transportas não têm que ser negativas.
Tudo o que transportam é aprendizado.
Não é, não pode ser, de forma alguma, insucesso, desgraça, martírio.
É apenas aprendizado!

Eu Sou Luz.
Eu Estou na Luz.
Arthrathon Eu Sou e na Luz caminho.
Não importa onde estou e quais são os meus percursos.
Não se preocupem com isso. Agradeçam ao vosso Coração estar disponível para me receber, para me escutar.
Eu Sou Luz.
Eu Estou na Luz. Apenas isso vos deve importar.

Aceitem! Apenas saí dos vossos olhos.
Tirem essa faca que vos foi cravada em vosso peito.
Com essa dor é-vos mais difícil caminhar.
Já perceberam que essa dor é também aprendizado.
Mas está no tempo de a retirarem e de dançarem.
E já vos disse: ‘cantem de Alegria!’
Quando não vos ouvem não se preocupem!
Cantem o meu nome, pronunciem-no.
O nome que queiram; o daí, o daqui.
Cantem o vosso nome. 
É como se estivessem a insuflar oxigénio na vossa Vida, no vosso Fogo.

Eu Sou Luz.
E assim como vocês acreditam em Mim, Nós acreditamos em vocês. Apenas isso importa.
Assim é!”

Arthrathon



O texto pode ser partilhado através de qualquer meio, contanto que o conteúdo não seja alterado e a data da publicação e o local onde se obteve a informação sejam divulgados com o corpo da mensagem. É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma.

wwwvoonaluz.blogspot.com



segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Limpem os vossos pensamentos.

Mensagem de Yeshua
Canalizada por Ana Clara
durante meditação em grupo 
15 de Outubro de 2011



“ Do que é que têm medo?

Da vida aí?
Essa Vida pesada, dura como vocês a entendem, é passageira e vocês já têm consciência que o vosso coração já está noutro lado.
Apenas vos peço, apenas vos pedimos, que se lembrem da vossa importância.
E do motivo pelo qual estão aí.
Não estão aí a viver uma aventura de fachada, estão aí também para ajudar os outros e serem transportadores e emissários da Luz que ainda não consegue chegar a todos.




Através de vós, dos vossos corpos físicos essa Energia chega com grande facilidade.
Mesmo que não queiram entender, vocês são pilares que estruturam a recepção da Energia.
Deixem essa Energia fluir livremente através de vós, dos vossos corpos.
Esforcem-se para purificar os vossos corpos.
Essa purificação que vos peço não é só física, é também e sobretudo mental.
Limpem os vossos pensamentos.
Mudem o conceito dos vossos pensamentos.


Vocês sabem que conseguem manobrar os vossos pensamentos. Tomem consciência disso. Quando os vossos pensamentos são alegres, felizes, mais Luz conseguem expandir.




Quando precisarem de Mim, chamem-me!
Pensem em Mim!
Pensem em Mim como vosso Irmão, Companheiro.
Não pensem nunca em Mim como um sacrificado!
Como um crucificado! Eu não sou dor!




Eu apenas vos quero transmitir o meu Amor Maior.
E ajudar-vos a receberem e a transmitirem a Luz!
Mas não uma Luz externa, é uma Luz da qual vocês são feitos. Orgulhem-se disso!
Um orgulho saudável! Vocês não são um produto do laboratório, vocês não são um amontoado matemático de músculos e ossos. Vocês são mais que isso!
Vocês são uma obra-prima da Natureza!
Vocês são movidos com a Energia da qual eu faço parte.
Somos imagem uns dos outros.
Usem a cabeça de forma inteligente.”




                                                                                                  Mestre Yeshua

O texto pode ser partilhado através de qualquer meio, contanto que o conteúdo não seja alterado e a data da publicação e o local onde se obteve a informação sejam divulgados com o corpo da mensagem. É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma.


wwwvoonaluz.blogspot.com







domingo, 9 de outubro de 2011

As mães do coração


 Mensagem de Isís
"As mães do coração"

Canalizado por: Ana Clara

9 Outubro 2011


As mães do coração não abandonam os filhos!

Não interessa que tipo de mãe se é, se do coração, se do físico!
As mães de coração não abandonam os filhos!
Apenas os deixam ir em Paz, seguir o seu Caminho continuando sempre ligadas, respeitando essas viagens.

As mães do coração não são egoístas!
Não querem os filhos apenas para si, fechados numa redoma para os admirar.

As mães do coração deixam-nos ser livres!
Deixam-nos voar, deixam-nos alcançarem-se e estarem com os outros porque já aprendeste que as mães são muito mais que isso que tu aí conhecias.”
Isís




O texto pode ser partilhado através de qualquer meio, contanto que o conteúdo não seja alterado e a data da publicação e o local onde se obteve a informação sejam divulgados com o corpo da mensagem. É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma.


wwwvoonaluz.blogspot.com

Têm que ter paciência, muita paciência.



 Mensagem de Arthrathon

"Têm que ter paciência, muita paciência."

Canalizado por Ana Clara

9 Outubro 2011






“ Não tenham medo do desconhecido!
É como ter medo do Futuro mas quando vocês expressam esse medo do Futuro já estão lá!
Porque o Futuro é já!
Como tal, numa dinâmica de tempo o Futuro nem existe! 
Porque é sempre agora.
Qualquer agora já é o Futuro.

As saudações são feitas em termos energéticos.
Quando parti não sabia o que ia alcançar. 
Nem vocês todos sonhavam o que iam alcançar. 
E o que alcançaram até agora foi tão pouco comparado com aquilo que têm que fazer!”
 
Pergunta - O que era 'aquilo' que vi ontem ?

“ São manifestações e dinâmicas de entidades e de energias que estão mais perto. Não ainda aquelas que vos interessam, o que vocês querem ver e assistir. São como limpa-neves.

São entidades que estão mais à frente a abrir caminhos.
São grupos específicos de aproximação. Mas assim como que na mesma linha…

Já vos tinha dito que ainda não é o vosso tempo de assistirem, de presenciarem aquilo que tanto gostariam.
Não são apenas vocês que contam. Vocês não vivem isolados. 
Poderia provocar muita agitação e confusão a outros que nada iriam entender.

Pergunta- então quando falam que está próximo…

“disclosure”

Então, afinal isso não vai acontecer tão cedo?

“ Vai acontecendo aqui e ali, pontualmente, mas não aos vossos olhos. 
Para que entendam melhor, é apenas uma questão de materialização. 
Tudo isso a que vocês chamam corpos energéticos em vibrações diferentes, estão aí. 
Deslocam-se por aí só que não são visíveis.

Primeiro ainda é preciso lavar o fundo dos tachos…
Tirar as coisas que estão agarradas para que mais facilmente ao desincrustarem se soltem e sejam jogadas fora.

Também já vos disse que eu, individualmente, mas também em grupo, estamos num quadrante mais afastado, não percepcionável. 

Por muito que queiram ou que gostassem a vossa  Vida só é parcialmente independente dos outros.
Foi estabelecida uma escolha e essa escolha não é individual, é colectiva também.
O autocarro quando se põe em marcha não pode ir vazio, tens que esperar que os passageiros entrem!


Nem sempre me é permitido comunicar e o permitido não tem a ver com autorização. 
Mas por não ser o momento propício, o momento exacto, não me é permitido nesse sentido. 
Por vezes nem eu consigo aceder nem vocês, também sem saberem, conseguem aceder a este circuito porque me foi pedido sempre que o transmitido fosse feito em segurança, sobretudo para vocês.
Sem interferências, sem gralhas.

Tentem imaginar que neste momento por todo o lado da Terra há como que canais. São realmente canais de comunicação que são abertos para que o que é comunicado seja verdadeiro, seja entendível e sem interferência.
 
Eu/ Nós agradecemos a confiança.
E continuem a confiar naquilo em que acreditam nunca se esquecendo de acreditar primeiro em vocês mesmos. Não se sintam diminutos porque são parte de um Todo.

Têm que ter paciência, muita paciência.” 

                                                                                   Arthrathon


O texto pode ser partilhado através de qualquer meio, contanto que o conteúdo não seja alterado e a data da publicação e o local onde se obteve a informação sejam divulgados com o corpo da mensagem. É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma.


wwwvoonaluz.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...