quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Rosa é pureza, é reinício, é amor.

Mensagem de Arthrathon e Afonso Henriques

9-12-2015

Transmitida a Maria Clara




Aparentemente devagar, o Mundo avança!
Já estás mais perto do fim, o mais difícil passou. Agora é lidar com a ‘ansiedade’ do que falta-finalmente- viver e acontecer.

Esse caminho é de partilha mas também de muita solidão porque sendo todos um, a partícula não se une aqui de qualquer maneira.
Estás aqui (aí) e estando aí estás aqui! Não és de lado nenhum sendo de todo o lado.
Os despertos sentem isso e por isso esse sentimento de ‘solidão’. E há quem o queira sentir mas não consegue e quer viver a vivência de outros não consegue. Apenas deseja.



A Rosa – símbolo de nascimento- acompanha-nos simbolicamente como que a lembrar quem somos e a capacidade.

A vera Rosa é aquela que transportamos no peito. Ninguém nos na tira. É nossa. É a nossa capacidade de desfolhar e renascer, ignorando sempre os espinhos, que nos lembram a necessidade de perdoar, porque é o nosso sangue que sai e fertiliza a vida e a terra.
Rosa é pureza, é reinício, é amor.

E tantos a cantam, a sentem, sem saber bem o seu significado.
A Rosa está em Portugal ainda antes da Fundação. Acolheu tudo o que É o Agora.
Construí um reino em cima da Rosa mas também em sua função. 

Como se o tempo não existisse, o passado feito futuro, para ser vivido agora, a cada momento, a cada passo, a cada criação.
É como um ciclo incompleto, falta ainda fechar o círculo para que ele se transforme num ponto, para que ele deixe desabrochar em si a Flor da Vida. 

Portugal É:
Unificação dos Povos;
Disseminação da energia Original libertada;
Entendimento da Palavra, do Verbo.


Arthrathon Eu Sou, sob várias formas me conheces e comunico.
Origino ‘confusão’ mas precisam de se aceitar a vós como são e ao vosso potencial para que o Todo que vos rodeia seja aceite e incorporado em vós.
Aceitem quem são e conseguirão aceitar tudo, tudo o que vos rodeia e que até nem entendem.

Quando têm medo do que vos envolve, têm medo de vós.
Já pensaram nisso?
E vocês são obra da Perfeição, por isso conseguem alcançar essa perfeição, esse todo, essa verdade. E a verdade mostra-se de várias maneiras. É só olhar sem julgar para tudo o que vos incomoda.

Cada um tem de ser responsável por si, não invalidando que procurem ajuda nessa descoberta.
Mas não permitam que a vossa energia seja usada para ego de outros!
Cada um é o que é! Respeitem-se. Mas respeitem-se também respeitando os outros.

E tudo está mudado. Tudo está a acontecer.
Estamos muitos ao vosso lado, de pés no chão. Estamos disponíveis para vos ajudar a mudar o paradigma.
E a mudança não está a ser feita na ’cabeça do polvo’ mas nos seus tentáculos, que já não alcançam como antes.
A mudança está a ser de fora dos centros decisores para obrigar esses centros à transformação.
A ‘cabeça do polvo’ tenta ainda deitar manchas mas já está muito vazia, a murchar.

Calma, calma…
Há 20 anos o tempo era mais lento, a consciência mais turva e a vibração mais pesada Consegues avaliar essa diferença?
E neste vosso compasso de espera, vivam! Confiantes, com alegria e a construírem da forma que sentirem que é a melhor para o vosso coração.
Não importa se olham o mar, se constroem um castelo de cartas ou se apenas plantam algo. É a vossa vida.
Pés na terra mas o coração como um farol.
E os faróis também vêem muitas tempestades, não apenas mares brilhantes.
Mas de tudo isso são capazes, com uma força interna que não acaba.

Há gerações que aqui andamos.
Há gerações que resistimos.
Somos agora geração de Libertação do Eu, libertação da limitação.
Sejam simples nessa mudança. Não sejam arrogantes ou ídolos, sejam apenas mais uma estrela que brilha na noite. Apenas mais uma entre muitas!

Assim É!”
Arthrathon e Afonso Henriques



O texto pode ser partilhado através de qualquer meio, contanto que o conteúdo não seja alterado e a data da publicação e o local onde se obteve a informação sejam divulgados com o corpo da mensagem.É expressamente proibido sua comercialização sob qualquer forma.

voonaluz.blogspot.com

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...